Cidadania Europeia

Com a criação oficial da União Européia (UE), no início da década de 90, surgiu o conceito e a oportunidade da Cidadania Européia. É considerado cidadão da UE qualquer pessoa que tenha a nacionalidade de um dos 27 Estados-Membro. Sendo que cabe a cada Estado-membro estabelecer as condições para obtenção e perda de sua nacionalidade ou dupla-nacionalidade.

A cidadania europeia possibilita certos direitos e privilégios aos seus detentores, como:
- liberdade de circulação e direito de residência no território dos Estados-Membros;
- direito de eleger e de ser eleito nas eleições para o Parlamento Europeu e nas eleições municipais do Estado-Membro de residência;
- direito à proteção das autoridades diplomáticas e consulares



Mapa da União Europeia
Mapa da União Europeia




A Europa continua sendo um dos principais destinos de imigrantes estrangeiros em busca de melhores oportunidades. A possibilidade de obter a Cidadania Européia e poder circular por vários dos países do continente europeu é, portanto, um grande atrativo.

Para conseguir a dupla-nacionalidade, na maioria dos países integrantes da UE, é necessário estar casado com um cidadão europeu ou ser descendente de europeu em linha direta, até a terceira geração - ou seja, ter pelo menos um avô nascido na Europa. Algumas vezes também é exigido que o interessado tenha residido legalmente por um tempo no país.

Mais mapas da Europa
Mapas, telefones e outras informações do Brasil
Fotos de Brasília